A inclusão de estudantes que apresentam deficiência intelectual: como acontece nas escolas?

  • Paulo Souza
  • Elisabete Alerico Gonçalves
  • Lauryenne Camille Santana
  • Paulo Alexandre Castro

Resumo

O presente texto discute a prática pedagógica de inclusão, na disciplina de química, de um estudante com Deficiência Intelectual (DI). Realizamos a investigação em uma escola de educação básica localizada no sudeste do Estado de Goiás, Brasil. O objetivo da pesquisa é analisar o contexto em que o estudante com DI está inserido, considerando seu processo de aprendizagem. Inicialmente, realizamos uma pesquisa teórico-bibliográfica; em seguida, observamos aulas do ensino médio, de um professor de química; e, por fim, analisamos os questionários, como parte dos procedimentos metodológicos. Os resultados mostraram a ausência de um trabalho conjunto entre o professor e os profissionais da escola. Consideramos que a instituição de ensino se encontra distante da realidade da inclusão e que os métodos utilizados não são adequados para atender o discente no processo de aprendizagem. Diante disso, percebemos que, muitas vezes, a inclusão não acontece, sendo os estudantes excluídos na própria sala de aula. 

Publicado
2017-07-02