Narrativas de resistência no mundo do trabalho: um estudo psicossocial em andamento sobre as origens da Economia Solidária brasileira

  • Cris Andrada

Resumo

Estudo pós-doutoral em andamento, objetiva compreender as origens da Economia Solidária brasileira a partir da perspectiva de trabalhadores/as pioneiros. Adota a história oral e os estudos psicossociais sobre memória social como referenciais teórico-metodológicos. Como resultados, pretende produzir e analisar um conjunto de narrativas sobre a fundação do movimento social em questão. Para tanto, realizamos dez entrevistas prolongadas, semiabertas, com trabalhadores indicados por organizações de representação do movimento, selecionados por meio de critérios qualitativos de representatividade (de modo a contemplar diferentes regiões geográficas e setores da economia). As entrevistas encontram-se em fase final de edição e devem ser analisadas de acordo com o marco teórico adotado, qual seja, os estudos sociológicos e filosóficos da vida cotidiana. De modo geral, espera-se contribuir para a compreensão das circunstâncias que orientaram os trabalhadores da Economia Solidária brasileira a organizá-la, como também para o registro da memória social do movimento.

Publicado
2017-07-04