Histórias de vida de jovens delinquentes: O contributo da investigação qualitativa para a compreensão da Delinquência Juvenil

  • Rita Conde
  • Silvana Teixeira

Resumo

No estudo do fenómeno da delinquência juvenil predominam os estudos quantitativos, focados na prevalência e na identificação de fatores de risco ou de preditores, sendo escassos os estudos qualitativos. O presente estudo procura colmatar esta lacuna, procurando compreender o fenómeno desde o ponto de vista de quem o vivencia. Assim, analisam-se as histórias de vida de 9 jovens delinquentes que praticaram crimes e que estão institucionalizados num centro educativo, recorrendo à análise temática.  O estudo procura compreender se o tema da criminalidade, delinquência e/ou comportamentos desviantes surgem na sua história de vida e de que forma são construídos e que significado lhes é atribuído. Da análise resultou a identificação de cinco temas centrais: em primeiro lugar a família, em segundo lugar o grupo de pares e os relacionamentos, seguindo-se os comportamentos delinquentes, o percurso escolar e a institucionalização. Os resultados indicam que os comportamentos antissociais/delinquentes são, de facto, um dos temas predominantes no discurso, traduzindo-se na maior parte dos casos em experiências partilhadas com os pares, nomeadamente o consumo de substâncias, a prática de crimes contra a propriedade e as ofensas à integridade física. Os remorsos e os sentimentos de culpa surgem associados à descrição dos comportamentos criminais.  

Publicado
2017-07-04