Contribuições e Limites da Utilização de Softwares de apoio à Análise de Conteúdo

  • Clara Suzana Cardoso Braga
  • Diego de Queiroz Machado
  • Márcia Zabdiele Moreira
  • Rafael Fernandes de Mesquita
  • Fátima Regina Ney Matos
Palavras-chave: análise de conteúdo; análise lexical; softwares de apoio; análise qualitativa.

Resumo

É crescente a utilização de softwares de apoio a análise qualitativa, desde os anos 1980 quando os primeiros softwares começaram a ser desenvolvidos através de trabalhos colaborativos de pesquisadores. Ainda são recorrentes discussões sobre as contribuições e limites da utilização destes recursos em análises qualitativas. Considerando esta perspectiva, este trabalho tem como objetivo analisar as contribuições e limites do uso de softwares de análise de conteúdo, visando apoiar o pesquisador em suas tomadas de decisões ao optar pela utilização do recurso de softwares. Identificam-se diversas contribuições, como a possibilidade de tratamento e recuperação de um grande volume de dados qualitativos, possibilitando maior tempo de análise interpretativa ao pesquisador. Como limitação mais recorrente apresenta-se a ausência de análise contextual das unidades de estudo: as palavras. Assim, o papel ativo do pesquisador continua indispensável em atenção ao fato de que o software propõe um apoio à atividade mecânica da análise de conteúdo, mas a criação de conhecimento científico válido exige a racionalidade do pesquisador a partir da interpretação dos dados frente teorização pertinente.

Publicado
2018-06-27