Gestão em Call Centers: Uma Análise dos Impactos da Atuação Gestora na Vida dos Trabalhadores

  • Laila Taís da Conceição Almeida
  • Tânia Moura Benevides
Palavras-chave: Gestão; Precarização; Call Centers.

Resumo

Este artigo tem por objetivo investigar como a gestão, analisada sob a ótica dos operadores de Call Centers, contribui para a precarização do trabalho. Em relação ao percurso metodológico, trata-se de uma pesquisa descritiva de natureza qualitativa. Como instrumento de coleta de dados, foi utilizado um roteiro semiestruturado para a realização das entrevistas, no período compreendido entre agosto e dezembro de 2016, com operadores de telemarketing na cidade do Salvador, no estado da Bahia. Os dados foram cedidos pelo grupo de pesquisa “Trabalho, bem-estar e saúde mental no teleatendimento: As novas estratégias de gestão e adoecimento psíquico dos/as trabalhadores/as em Call Centers”. Como resultado, a partir das análises observadas, e de acordo com os dados obtidos, os operadores afirmaram que a gestão nos Call Centers contribui consideravelmente com o processo de precarização do trabalho, e que a postura adotada pela gestão também influencia e prejudica a vida pessoal dos operadores.

Publicado
2018-07-02