Técnica do Gibi como Metodologia Inovadora na Prática, no Ensino e na Pesquisa em Enfermagem

  • Maria José Menezes Brito
  • Carolina da Silva Caram
  • Danielle de Araújo Moreira
  • Lilian Cristina Rezende
  • Cecília Maria Lima Cardoso
  • Beatriz Santana Caçador
Palavras-chave: Enfermagem, Pesquisa em Enfermagem; Pesquisa qualitativa; Coleta de dados;

Resumo

A técnica do gibi vem se apresentando como metodologia inovadora no campo da saúde, favorecendo a abordagem crítico-reflexiva sobre as práticas cotidianas, considerando suas diferentes formas de expressão e abordagens. Nessa ótica, a (re)significação e a (re)construção de experiências cotidianas, alicerçadas na utilização da técnica do gibi, bem como sua aplicação na prática, no ensino e na pesquisa tem se mostrado relevantes, configurando-se como objeto de investigação. O objetivo do presente ensaio foi descrever o uso da Técnica do Gibi como estratégia metodológica aplicada na prática, no ensino e na pesquisa em enfermagem. Trata-se, pois, de um estudo tipo user experience desenvolvido no ensino, com estudantes de graduação e de pós-graduação em enfermagem, em consultas de enfermagem, bem como na coleta de dados em investigações de natureza qualitativa. A técnica do gibi revela-se como estratégia acessível à diferentes públicos e situações, favorecendo a expressão de subjetividades individuais e coletivas.

Publicado
2018-07-04